Cecília Bákula, historiadora do Peru, fala da legislação vigente no seu país e de cooperação com o Brasil para o combate ao tráfico de bens culturais. Ela cita como exemplo o sucesso de ações que recuperaram 46 mil peças de Cusco e Machu Picchu, no Peru. Também explica a necessidade de formação qualificada dos profissionais envolvidos especialmente nas fronteiras e nos aeroportos. 

Depoimento captado em junho de 2018, na sede do Itaú Cultural, em São Paulo/SP, durante a realização do seminário Proteção e Circulação de Bens Culturais: Combate ao Tráfico Ilícito.

Assista a outros depoimentos de especialistas nacionais e estrangeiros sobre esse tema na playlist Proteção e Circulação de Bens Culturais: https://bit.ly/2CxsVpy.
 
Créditos
Presidente: Milú Villela
Diretor-superintendente: Eduardo Saron
Superintendente administrativo: Sérgio Miyazaki
Gerente do Núcleo de Artes Visuais: Sofia Fan
Produção-executiva: Nicole Plascak
Gerente do Núcleo de Inovação e Observatório: Marcos Cuzziol
Produção: Ediana Borges Lima
Gerente do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Claudiney Ferreira
Coordenadora do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Kety Fernandes Nassar
Produção audiovisual: Camila Fink e Letícia Santos
Captação e edição: Sacisamba
 

Veja também

Eduardo Saron – Bens Culturais (2018)

Eduardo Saron, diretor do Itaú Cultural, fala sobre as diversas estratégias de preservação da memória da cultura e da arte brasileiras promovidas pela instituição